21 de mar. de 2020

Present perfect or past simple?


Present perfect or past simple? 


Hello my fine fellows!! Today I will go to talk about another thing that not is IT. rsrsrs. We professional of IT needed study English because has various factor that is good for us, in this case, now we will go to talk about when use the present perfect or past simple. OK? Let's go there. 




  1. We use the present perfect when we talk about things that have happened in the past, but we don't say when.
  2. We often use the present perfect with ever( = at any time in your life) and never(= at no time in your life).
  3. We also use the present perfect to talk about something that has recently happened. 


Some examples: 

A - Have you been to Luigis? 
A - Yes, I have

B - Who did you go with? 
B - I went with some people from work

  • We often use the present perfect to ask about or tell somebody about a past action for frist time. We don't ask/say when the action happened: Have you been to Luigis? I've been to New York twice.
  • When use the past simple to ask/talk about the specific past details: When did you go there?
  • When use the pas simple NOT the present perfect with when an past time expressions, e.g yesterday, last week: When did you see it? NOT when have you seen it? -  . I saw  it last week. NOT I've seen it last week.



See you in the next time!

12 de mar. de 2020

What is JBoss EAP?

Red Hat JBoss Enterprise Application Platform 7, JBoss EAP 7, or simply EAP 7, is an application server that works as a middleware platform, and provides the necessary environment and infrastructure to host and manage Java EE applications. EAP 7 is built on open standards, based on the Wildfly open source software, and provides the following features:
  • It provides a reliable, performant, light-weight and supported infrastructure for deploying applications.
  • It provides a modular structure that allows service enabling, only when required. This improves performance, has security benefits, and reduces start-up and restart times.
  • Web-based management console and management command line interface (CLI) make editing XML configuration files unnecessary, and provide the ability to script and automate tasks.
  • It is Java Enterprise Edition 7 full, and web profile, certified.
  • It provides centralized management of multiple server instances and physical hosts, while a standalone server allows for a single server instance.
  • Pre-configured options for features such as high-availability clustering, messaging, and distributed caching are also provided. JBoss EAP 7 is a cloud-ready application server. It has a very small footprint, fast start-up time, and is automation-friendly. Those features are essential enablers for having an efficient deployment of an application server to a cloud infrastructure. Beyond that, Red Hat provides another offerings for improving EAP 7 cloud deployments: 
  • xPaaS container images for many JBoss middleware products, including EAP 7, as part of the OpenShift Enterprise product
  • Container images for use with Red Hat Enterprise Linux Atomic Host and other Docker-based container hosts, provided by the Red Hat container image registry
  •  Ready to use, supported VM images for Amazon AWS, and other cloud platforms such as Red Hat Enterprise Linux Open Stack Platform and Microsoft Azure deployments to follow
  • Discovery of managed domain server instances deployed as cloud instances

Discovery of clustered server instances deployed as cloud instances or as containers JBoss EAP 7 is part of a growing family of Red Hat JBoss Middleware products, such as:

  • JBoss A-MQ: Multiprotocol, high-performance messaging platform that delivers information reliably, enabling real-time integration
  • JBoss BPM Suite: Business Process Management
  • JBoss BRMS: Business rule management, business resource optimization, and complex event processing (CEP)
  • JBoss Data Grid: In-memory, distributed, NoSQL datastore solution
  • JBoss Data Virtualization: Data supply and integration solution that sits in front of multiple data sources and allows them to be treated as single source
  • JBoss Developer Studio: Integrated development environment (IDE) for developing, testing, and deploying rich web apps, mobile web apps, transactional enterprise apps, and service- oriented architecture (SOA)-based integration apps and services 
  • JBoss Fuse: Lightweight, flexible integration platform that enables rapid integration across the extended enterprise


23 de jan. de 2020

Recapitulando a ITIL - Resumidamente, o conteúdo de cada livro

Hora de recapitular conceitos sobre a ITIL.


Estratégia de serviços: identificação de requisitos e necessidades de negócio que sejam “atendíveis” por serviços de TI. Os requisitos e necessidades são acordados e documentados em um SLP (service level package ou pacote de nível de serviços).

Desenho de serviços: a partir dos requisitos é concebida a solução de TI em forma de serviços, em todos os seus aspectos, que são documentados em um SDP (service design package ou pacote de desenho de serviço). O SDP nada mais é que um documento de especificações e
características dos serviços.

Transição de serviços: trata da implementação em produção. Tal implementação é testada e acompanhada, bem como validada. O SKMS (service knowledge management system – sistema de gestão do conhecimento em serviços de TI) é atualizado com as informações do ambiente de produção.

Operação de serviços: o serviço é mantido em operação e funcionamento de acordo com os níveis de serviço (SLA – service level agreement, ou acordo de nível de serviço) estabelecidos para gerar os resultados esperados.

Melhoria de Serviço Continuada (Melhoria Contínua de Serviços): identifica oportunidades de melhoria no serviço.


Estratégia de Serviços


Objetivo: desenvolvimento de estratégias e modelos organizacionais baseados em serviços. Engloba:

  • Quais serviços serão oferecidos e para quais clientes;
  • Como criar valor para estes clientes;
  • Como fazer que percebam o valor criado;
  • Como desenvolver planos de negócio de modo a obter capacidades e recursos necessários aos serviços;
  • Como otimizar a alocação de recursos;
  • Como medir o desempenho dos serviços.

Conceitos Importantes deste livro:


Competitividade: serviços operam em mercados competitivos; portanto é necessária uma
estratégia de terceirização e provimento os serviços.

4 P's da estratégia de serviço:


20 de nov. de 2019

Elast Alert warning: no files found matching 'blist.rst' blist/_blist.c:38:20: fatal error: Python.h: No such file or directory include

Olá, meu caro. 

Esta postagem é para auxiliar pessoas que tiveram problemas na execução do ElastAlert. Segue;

 PROBLEMA 



[root@isweluiz elastalert]# python3.4 setup.py install
running install
running bdist_egg
.
.
.
Installed /usr/lib/python3.4/site-packages/elastalert-0.2.1-py3.4.egg
Processing dependencies for elastalert==0.2.1
Searching for blist>=1.3.6
Reading https://pypi.org/simple/blist/
Downloading https://files.pythonhosted.org/packages/6b/a8/dca5224abe81ccf8db81f8a2ca3d63e7a5fa7a86adc198d4e268c67ce884/blist-1.3.6.tar.gz#sha256=3a12c450b001bdf895b30ae818d4d6d3f1552096b8c995f0fe0c74bef04d1fc3
Best match: blist 1.3.6
Processing blist-1.3.6.tar.gz
Writing /tmp/easy_install-nu18tqua/blist-1.3.6/setup.cfg
Running blist-1.3.6/setup.py -q bdist_egg --dist-dir /tmp/easy_install-nu18tqua/blist-1.3.6/egg-dist-tmp-wf0lvx76
warning: no files found matching 'blist.rst'
blist/_blist.c:38:20: fatal error: Python.h: No such file or directory
 #include 
                    ^
compilation terminated.
error: Setup script exited with error: command 'gcc' failed with exit status 1
[root@isweluiz elastalert]# blist
bash: blist: command not found


Solução

Pacotes e dependências, vale verificar se os seguintes pacotes estão instalados:


18 de nov. de 2019

ELK - Palo Alto , Nessus, OpenVas e Linux Systems

Olá, meu caro! 

Neste post irei apresentar uma arquitetura criada para sustentar um "SIEM"
open source criado para ampliar a visão da equipe de segurança em dar resposta a eventos de forma rápida e com informações precisas que são coletadas em tempo real de ferramentas como Firewall corporativo, servidores linux/windows e softwres de análise de vulnerabilidade como OpenVas e Nessus. 

Dashboard contendo informações de dados de logs em tempo real do firewall Palo alto


28 de out. de 2019

Habilitando certificado SSL para OTRS 6

Olá, meu caro!

Nest post vou compartilhar uma informação bastante importe, mas com foco em um sistema de ITSM em específico, o OTRS versão 6, última versão lançada pelo grupo OTRS que será disponibilizada gratuitamente.  Dentre implantações nos deparamos com necessidades, uma delas é a de prover a segurança básica aos usuários que trafegam na ferramenta. Esse post segue basicamente duas etapas habilitação do SSL no servior Web com importação dos certificados e habilitação do HTTPS nas configurações do otrs. Abaixo uma lista com os motivos para utilizar o HTTPS com otrs. 



Razões para usar HTTPS com OTRS
… Bem, realmente, não há motivo para NÃO usar!
  • Quando você NÃO está usando HTTPS, está expondo sua senha em texto sem formatação ao fazer login. Mesmo se você estivesse usando apenas OTRS na sua rede corporativa, pode confiar em tudo e em todos na sua rede?
  • Você está tendo dados sobre seus clientes no OTRS. Você deve garantir que esses dados não sejam expostos ou vazem; portanto, você deve usar HTTPS ao acessar o OTRS no seu navegador da web.
  • Além da criptografia; também há o aspecto de ataques MITM no seu servidor da web. Se você possui um certificado em seu servidor da Web, pode ter certeza de que o servidor que está procurando e a senha para digitar a senha são na verdade SEU servidor e não um cara que usa o mesmo DNS envenenamento por wifi do hotel.
  • Mesmo que você não se importe com a segurança, o uso de SSL e HTTPS é um pré-requisito para o uso do mod_spdy com o Apache, que traz muitos dos recursos HTTP / 2.0 futuros para o servidor Apache e para navegadores modernos, como Google Chrome e Mozilla Firefox. Isso torna o OTRS mais rápido!


The mount command options

Hello, my dear. 

Today I'm going talk about the mount options, this topic is very basic but is very important for us remember in some moments when we going work with file system, because case u have that mount the file system, is important you remember the configuring the file system with the best mode and security. I created the table bellow and I share here in my blog with you. 

The mount command supports numerous options. Some  of them are described in table 


22 de out. de 2019

Removendo indices de séries temporais com ElasticSearch Curator

Olá, meu caro.

Irei apresentar o Curator, uma ferramenta desenvolvida em python muito útil para gerenciamento de indices do Elasticsearch. O Curator executa muitas operações nos indices do elasticsearch além de muito útil para remover e gerenciar snapshots.
01 - Remoção de indices com curator


19 de set. de 2019

Sticky Bit em diretórios públicos

Olá, meu caro!  Como vai? Bem?



The Sticky bit...  é utilizado como modo de controle(permissão) em diretórios públicos (ou outros diretório com permissão de rw para todo mundo) para proteger arquivos e sub-diretórios proprietários de usuários regulares de serem deletados ou movidos por outros usuários regulares. Simples, não é?
Pois bem, este atributo é setado no diretório /tmp como mostrado abaixo: 

#ls -lad /var /tmp
drwxrwxrwt. 19 root root 4096 Sep 19 21:37 /tmp
drwxr-xr-x. 21 root root 4096 Sep 19 21:39 /var